“Para cada homem que só valoriza uma boa bunda, existe uma mulher que só se importa com o carro dele. Para cada homem que é pego traindo, existe uma mulher que também trai sem que ninguém sequer fique sabendo. Para cada homem que só quer azaração, existe uma mulher que trocaria tudo por um homem com o tanquinho bem definido. Para cada homem que usa camiseta regata no frio só pra mostrar os músculos, existe uma mulher que usa mini-saia só pra mostrar as pernas. Para cada homem que mente, existe uma mulher que mente muito melhor do que ele. Para cada homem machista que diz acreditar que mulher nasceu para lavar e passar, existe uma mulher com mente fechada que diz acreditar que nenhum homem nesse mundo presta. E sabe o porque de tudo isso? Porque o mundo está bagunçado, de cabeça para baixo! Até o que é considerado certo, muitas vezes é algo errado. Você acha que está faltando homens de verdade? Eu te digo que isso é fato. Mas também faltam mulheres de verdade. O fato é que nos dias de hoje, estão sobrando pessoas de mentira.”
Desconheço.    (via phottograph-s)
“Eu sei viver sem você. Sei andar, comer, falar, ver um filme. Sei sorrir e nem é de mentira. Solto gargalhadas e conto piadas e sou rodeado pelos meus amigos o tempo todo. Leio livro, malho, faço amizades. Sou por inteiro sem você. Não existe nenhuma parte faltando, mas eu faço ela faltar. É que eu não preciso de você pra nada, mas quero você pra tudo. Eis o grande problema.”
Iolanda Valentim.  (via phottograph-s)
“Tomara que eu faça falta.”
Geovanne Vasques.    (via phottograph-s)
“Desculpa, ok? Desculpa se eu não dei o meu melhor. Desculpa se eu fui orgulhoso. Desculpa se as vezes que eu te fiz chorar foram maiores do que as que eu te fiz sorrir. Desculpa se eu sempre fui egoísta e procurei fazer o melhor pra mim esquecendo do que era melhor pra ti. Desculpa se eu desisti… Mas não foi só de nós. Eu desisti de mim também. Desculpa se eu desejei tantas vezes nunca ter te conhecido. Desculpa se nunca me mostrei agradecido por todo o bem que você me proporcionou. Desculpa se eu te ignorei quando tu veio atrás, desculpa se eu não li quando você escreveu, não atendi quando você ligou, não respondi quando você mandou mensagem. Desculpa por ser assim. Desculpa se eu fui irritante. E convencido. Desculpa se eu deixei meu medo impedir que algumas coisas acontecessem. Desculpa minha falta de confiança. Desculpa por me afastar do nada. Desculpa por te ignorar de propósito. Desculpa por fazer algumas coisas com a intenção de te machucar. Desculpa pelas crises de ciúme. Desculpa por ser criança e desculpa pelas infantilidades. Desculpa por descontar em você coisas que não tinham nada a ver. Desculpa por te pedir pra esquecer e depois correr atrás te fazendo lembrar. É tarde, mas eu não ligo. Não muda nada, mas mesmo assim… Desculpa por tudo.”
Vinícius Kretek. 
“Não acredito em outra vida. A vida é essa aqui mesmo, e a gente tem que aproveitar enquanto é tempo.”
Cazuza.    (via dsejos)